REABILITAÇÃO ORAL
Em palavras mais simples, a reabilitação oral é uma perspectiva da odontologia moderna que procura, em primeiro lugar, destacar a importância de preservar os dentes naturais e, no segundo termo, devolver as funções dentarias que a pessoa perde uma vez que é extraído um ou vários dentes.

A Reabilitação Oral é um dos mais recentes recursos que nós dentistas temos utilizado para cuidar de forma ampla de toda a dentição do paciente. A odontologia moderna prega a seguinte máxima: Deve se poupar ao máximo a remoção dos dentes naturais, ou seja, mesmo que muito desgastados por maus cuidados, todos os tratamentos devem ser aplicados para que estes mesmos dentes permaneçam por toda a vida na boca. A remoção dos dentes é o último recurso a ser aplicado pelo dentista

Quando temos uma simples cárie em qualquer dente significa que estamos com a boca doente. A função do dentista não é apenas cuidar das cáries.
Este é o primeiro passo da reabilitação, porque reabilitar é tornar hábil de novo, tornar viável e útil o que estava prejudicado. Por isso quando um paciente decide reestruturar seu sorriso, deve ser esclarecido de como cuidar da higiene dental com as informações básicas de quantas vezes escovar os dentes, a maneira correta de escová-los, o tempo de escovação, a respeito do uso do fio dental, da melhor pasta de dente etc.

Dentro do contexto da reabilitação oral, em princípio, as próteses devem satisfazer os requisitos mecânicos para que sejam biologicamente viáveis. Assim sendo, um dos fatores cruciais é adequada distribuição de carga mastigatória sobre as estruturas de suporte, nas próteses mucosas suportadas, como implanto suportadas. A negligência no planejamento ou na terapêutica protética pode tornar o aparelho iatrogênico, levando a distúrbios
localizados nas estruturas de suporte (osso alveolar, dentes, ligamentos e fibromucosa) podendo influir também à distância, gerando desarranjos craniomandibulares. O aprofundamento nessas linhas é, portanto, imprescindível para minimizar tais danos. 

Sabe-se que a ausência de algumas características oclusais consideradas "ideais" pode, eventualmente, levar a alterações dento-periodontais com sérias consequências para o sistema. Entre essas alterações, a reabsorção óssea, alterações posicionais dos dentes, o desgaste dentário localizado e as lesões cervicais em forma de cunha representam grande parte dessas patologias consideradas como de origem estritamente oclusal.

O cirurgião-dentista deve desenvolver diagnóstico e tratamento que visam à melhoria do estado funcional de todo o aparelho. Assim sendo, a prótese deve promover:
   - O restabelecimento da dimensão vertical da face.
   - A reposição da mandíbula.
   - O restabelecimento do sinergismo neuro muscular.
   - O restabelecimento do aspecto facial alterado.
Atendimento  Apartir das 14:00 Hs.

Av. Conselheiro Aguiar, 1360 - Sala 129. Galeria Centro Sul - Boa Viagem.
51011-030 - Recife - PE.
Todos os direitos Reservados por  Copyright  2015.
Fone +55 81 9988 42335
Fone +55 81 99194 2508
Fone +55 81   3463 4411
Email. contato@cesarmello.net
Home     Contato     Preguntas mais frequentes     Sobre    Galeria de Vídeos